Terça-feira, 26 de Julho de 2016

Hoje a angústia não dorme.

      A insónia surge quando menos se espera. Passo as unhas pelo rasurado do chão e nos dedos cravo pedaços de vidro. A pele rasga-se. Sucumbe às arestas finas e acutilantes do silêncio. Hoje a angústia não dorme. Da sombra, a melancolia aparece de garras afiadas pronta para dilacerar qualquer esperança.
      Serei capaz de voltar a escrever? Será sónia capaz de voltar a pintar? Joana canta naquele quadro à beira-mar. Acompanhada de gaivotas, vestidas de fato e andando de um lado para o outro com as mãos atrás das costas. Num momento param, olham de esguelha e assustadas levantam voo.

publicado por 100destino às 11:03
link do post | comentar | favorito
|

.Novos Destinos

. Vivo Para Te Encontrar.

. Timbres Cor De Fogo.

. Procuro Pelos Espaços Do ...

. Entre Nós Nunca Houve Tem...

. A Tentação Sombria Da Mel...

. Algures Dentro De Nós Exi...

. Onde Colar Os Selos Diama...

. Os Nexos Complexos Finalm...

. A Dor É Apenas Um Estado ...

. o Veneno Tóxico Da Loucur...

.Outros Destinos

.Destinos comentados

Como posso entrar em contato com você?Me mande um ...
lindo
Tantas e tantas vezes que temos este pensamento...
Ninguém saberá responder a isso...
Gostei muito deste excerto, especialmente "Segredo...

.Destinos antigos

.subscrever feeds