Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

12.05.08

Resignado.


100destino

 

      Acordei no meio da noite sentindo o frio lúgubre da tua ausência. E querendo-te perto de mim mergulho acordado num sonho impossível de reviver.

  Continuo a tactear no escuro e por instinto o calor do lugar que ocupaste na minha vida que continua disponível para ti e só para ti.
      Tenho constante em mim o sentido da saudade que me corta em cerce pelo peito e que me faz sangrar sem derramar uma gota. Passo os dias nisto. Inerte, melancólico permanente, sonho ver-te voltar para mim, vejo-te pairando etérea na minha direcção fazendo votos de alegria., prometendo paz.
      Os caminhos sem destino da memória apesar de turvos tem se tornado o meu único refugio, o esconderijo pleno, eremita do passado onde a alegria é uma ilha solarenga no inverno do espírito.
      Só me resta viver e reviver resignado à nossa felicidade que apesar de plena e límpida foi algo efémera, um suspiro doce, breve que nos ocorreu e que numa fracção se dissipou deixando-nos apenas com a vontade férrea de voltar a viver felizes assim outra vez..
     Eram fortes e profundos os momentos em que juntos mudávamos as regras do universo. Tal era a força da união apaixonada em que subtraiamos a existência e diferenciávamos as dimensões apenas com o sabor suave dos momentos indefiníveis em que os meus lábios encontravam os teus.

 

06.05.08

Tudo que Se Quer


100destino

Emilio:
Olha nos meus olhos
Esquece o que passou
Aqui neste momento
Silêncio e sentimento
Sou o teu poeta
Eu sou o teu cantor
Teu rei e teu escravo
Teu rio e tua estrada

Verônica:
Vem comigo meu amado amigo
Nessa noite clara de verão
Seja sempre o meu melhor presente
Seja tudo sempre como é
É tudo que se quer

Emilio:
Leve como o vento
Quente como o sol
Em paz na claridade
Sem medo e sem saudade

Verônica:
Livre como o sonho
Alegre como a luz
Desejo e fantasia
Em plena harmônia

Emilio:
Eu sou teu homem, sou teu pai, teu filho
Sou aquele que te tem amor
Sou teu par, o teu melhor amigo
Vou contigo seja aonde for
E onde estiver estou

(Ambos):
Vem comigo meu amado amigo
Sou teu barco neste mar de amor
Sou a vela que te leva longe
Da tristeza, eu sei, eu vou
Onde estiver estou
E onde estiver estou

 

 

Emílio Santiago