Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

25.04.10

Noite Intemporal


100destino

 

Louca esta noite intemporal.

Corpos forrados com florestas de beijos.

Marginal roubo as giestas em flor na orla sedosa da tua pele.

Procuro o sentido do teu corpo pela madrugada invisível de sons.

Sussurro leves pétalas no relevo da paisagem.

Faço do teu corpo a minha conquista e só obedeço ao gesto infinito da paixão.

Naufrago nesse barco de fogo ensandecido pela bruma alegre do teu olhar.

Vogamos ao sabor indolente da palavra.

Metáfora agreste que nos sublima em arrepios de desejo.

Descanso o meu peito arquejante no teu e solto indomável um ultimo suspiro.

Precipício onde em uníssono cairemos na melodia sequiosa do sono.

11.04.10

Respiro


100destino

 

Respiro.

Leve fôlego de ar quente.

Insustentável, inevitável.

Procuro a razão da dor.

Desisto de sentir.

Volto a procurar a razão de viver.

Eco vibra dentro de mim.

Leve fôlego de outro alguém.

04.04.10

Desencontros


100destino

Mãos vazias luzem ao toque.

Perseguem-me na noite refulgente.

São olhares luxuriantes que despisto na escuridão.

Procuro o que não pode ser encontrado.