Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

31.05.15

Cafuné


100destino

Chega a noite fresca e sob o lençol suspiras enquanto os meus dedos se enlaçam suavemente em volta dos teus cabelos. Ao gentil toque cada nervo se arrepia naquele toca que não toca, naquele roça que não roça. Os minutos se alongam lentos no desejo que este momento dure para sempre. E eu, perdido no teu prazer, continuo pela noite dentro a ouvir o teu suspiro como se este cafuné fosse o último.

10.05.15

Em que sitio se esconde a minha culpa?


100destino

 

 

Naquela hora fiquei sozinho. Perdido numa noite que escurecera sem que me tenha apercebido. Tinhas-me deixando sem uma explicação. O mundo rodopiava numa náusea sem fim.

Como poderia ter acontecido? Em que momento terei errado? Em que sitio se esconde a minha culpa? Os planos, as fantasias, o futuro que eu esperava que se tornasse o destino.

Mas não teria de ser. Não era desta vez que eu iria ser feliz.

 

 

03.05.15

A Gentil Forma do Olhar.


100destino

Tenho saudades. Sinto falta de ti. Sinto falta do teu rosto, do teu sorriso. A tua gentil forma de olhar. Aquela covinha na face quando te ris. Tenho falta do teu carinho. O teu corpo aninhado no meu.

Durante a noite oiço a brisa na janela, o leve adejar do cortinado, o teu fôlego no meu peito. E eu acordado a ouvir o teu sono. A tua pele na minha pele, o teu calor no meu.

Às vezes penso que a eternidade devia ser assim. Eu e tu, num mundo só nosso em que depois do amor tu adormeces e eu fico aqui, vigilante, cultivando todos os momentos que tenho de ti.