Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

20.11.08

Capitulo Rejeitado ( 3 de 7)


100destino

 

Gostei de pensar de que seria capaz de realizar algo, que teria a capacidade de construir algo positivo, não para os outros ou para agradar os outros , mas para mim, só para mim. E que pudesse passar eternidades tentando descobrir o momento indefinível em que se consuma uma criação. O momento em que o nada deixa de ser nada para passar a ser alguma coisa. Para passar a ser aquilo que nós criamos, algo que nos daria o prazer único de saber que não existiria sem o nosso trabalho, sem a nossa criatividade, sem a nossa equilibrada genialidade ou desequilibrada loucura. Aquilo que todos repudiam tentando fazer-nos pertencer a uma tribo de inconsequentes, ser mais um lobotomizado na grande generalidade das coisas. Para nos fundirmos em sociedade e nos perder-mos de nos próprios e por consequencia não diferenciarmos as nossas qualidades e não passarmos um atestado de estupidez aos demais, o qual normalmente é justamente punido com o degolamento social em hasta comunitária presidido pelos mais vulgares apóstolos energúmenos.

1 comentário

Comentar post