Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

14.05.09

Borboleta Monarca


100destino

       Sujeito às indiferenças da alma caminho em voo rasante pelas calçadas impuras e sobrevivo apenas por momentos às inalações gástricas do infortúnio enquanto escondo o corpo seviciado às intempéries da alma.

    Suspiro sem ar pois o teu olhar alimenta-me e voo pleno no fascínio de te ver dançar, borboleta monarca, princesa dos céus, o meu reino morre na vertente dos teus passos, no súbito desenrolar do tornozelo no momento em que te curvas para me colher do chão e sopras o doce vento que mais uma vez me afasta de ti, amargurado.

2 comentários

Comentar post