Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

14.02.10

Supernova


100destino

 

Tacteio o mapa secreto do teu corpo nu. Vasculho aqui e ali a localização sagrada do prazer. Sigo por montes inatingíveis, atravesso desertos inultrapassáveis, mergulho em apneia no oásis exótico do umbigo fascinado pelo lânguido perfume do teu ventre.

E aqui estou eu, átomo, grão de areia na praia solarenga do teu sorriso e sem saber o fogo da paixão funde o passar do tempo. Vivemos agora num plano divergente, somos proprietários ditadores deste nosso universo de ternura e carinho.

Vivo na vertente ansiosa do teu beijo e procuro o momento vital na tua língua incandescente.

São estes os momentos que se fundem na gente. Entram em nós criando um reviver energético como duas estrelas massivas que do fruto da sua força magnética se preparam para a qualquer momento explodirem numa supernova de prazer.

 

Dedicado a:

MeiaLuadeSabão

 

1 comentário

Comentar post