Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

11.07.10

O Mais Importante Feito da Criação 8/10


100destino

 

O que mais me resta neste infinito translúcido que me afecta o discernimento? Aqui fico sozinho tentando descortinar o inexplicável. Exorcizar este demónio que entretanto se materializou à minha frente. Esta entidade que me assusta e que no pico da angústia me cancela a reacção impedindo-me de fugir da medonha face da ilusão.

Não consigo pintar. Olho mas no reflexo vejo uma nova forma de ti.”

Um corpo lavrado em chamas, seios de aço, um ventre coriáceo de réptil, púbis de pelos medusiacos, olhos desorbitados que me vigiam os movimentos.

Tudo mudou. Tudo muda a cada passo, gesto, a cada olhar. Metamorfose infernal que se materializa em substâncias execráveis.

A menina, a senhora, a musa; tudo se perdeu sob o escrutínio do meu olhar alucinado.

Olha mais fundo. Eu sou mais do que os teus olhos querem ver.”

Fecho os olhos escondendo-me do medo. Não consigo pintar. As formas mudam constantemente. A luz diverge nos seus constituintes para de seguida retornar à origem. Tudo muda e se revolve sem parar. Tudo se transforma diluindo o rasto da realidade.

Um cheiro a morte, uma morte antiga cujo miasma veio agora à superfície.

Tudo o que me resta é lutar.

Não consigo.”

Surge então uma força. Uma energia escondida. Algo que estava perdido dentro de mim diz-me que talvez seja possível atingir a fera. Se me concentrar na tangencia da realidade alucinada e tentar perceber o que afinal trespassa, ressurge e emerge invisível aos sentidos primários mas que não escapa à maior sensibilidade do ultra sentido, do sexto sentido, à força nuclear da Alma.

Tu conseguires é a nossa última esperança.”