Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

19.09.10

Olhar o céu.


100destino

 

      Olho o céu.

      Não existe.

      Apenas tecto.

      A noite infinita ofusca-me o sono.

      Não durmo.

      Penso.

      Solidão regada pelo marulho da noite.

      Assusta-me.

      Quero me levantar e não consigo.

      Sinto-me preso num sonho acordado.

      Lá vem a dor.

      Persegue-me este vazio no peito.

      Finco as unhas na pele para me distrair da dor.

      Nada.

      O sujeito inimigo oculta-se nas dobras do tempo.

      Tempo.

      Não mexe.

      Não passa.

      Pouco me resta.

      Só olhar o céu.