Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

03.10.10

Íntimo Sono.


100destino

      O vento madruga na fenda semicerrada da janela. Cheira levemente a magenta da manhã. E tu, jovem, cerrada entre lençóis murmuras:

      “ O gesto teu em beijo descanso.”

      E eu, deste lado, insone, descobrindo um novo sentido nas tuas palavras mergulhadas no sono:

      “ Abraço muito o teu gesto para sempre.”

1 comentário

Comentar post