Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

24.10.10

O Que Faria Você? 3/3


100destino

 

    Sei que morri.

    Despi a alma das roupagens gastas e sobrevivo agora nesta réstia de corpo que me persegue. Procura. Tem saudades de mim, do que fomos, vivências de outros tempos.

    Uma dor nunca desaparece. Apenas muda de sitio, transforma-se, perde-se no tempo, esquece-se. Surgem outras em substituição, dividimos atenções como se fossem amizades de longa data. Dores antigas, sofrimentos que por serem tão íntimos começaram a fazer parte de nós, defeitos, feitios, enfeites; comandam o processo da nossa vida e sem eles deixamos de ser quem somos, perdemos a identidade, o conceito de nós próprios desaparece, diluído pela falta da dor que nos define o carácter.

    Sinto que morri. Não há dor. Estou feliz.

    Sobeja-me o martírio de viver. De viver por completo, de viver tudo, de viver por todos. Deixou de haver dor quando decidi deixar de viver. Agora só me resta ser feliz.

    “ O que faria você se pudesse ser feliz?”

    Nada mais haveria a fazer. Nada. Tudo se consumiria nas chamas da iniquidade. Vazio.

    “ O que faria você se a felicidade não o fizesse feliz?”