Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

06.01.16

A Porta Bate, Uma e Outra Vez.


Paulo José Martins

4. O fantasma dela acena ao longe afastando-se. Deito-me no frio do chão e olho para o teto imaginando o Céu. Até que um manto de propano me aconchegue num adormecer eterno. Oiço uma porta bater. A porta bate, uma e outra vez, ressoa no infinito.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.