Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

100Destino

Onde um destino sem destino procura um destino entre cem.

12.07.15

Eterno Retorno.


Paulo José Martins

 

Apressam-se as nuvens de desgosto sobre esta planície moribunda. As gotas escorrem-me pela face cravando fissuras solitárias na pedra fundamental do viver em pleno.
Vivo da superstição egoísta de que procuro um divino amor. E enquanto este me acha carbonizado na tristeza perco-o por entre os dedos da angústia nesta maré dormente em que os sentidos se perdem numa espiral de eterno retorno.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.